Vitrine Digital

Posts Tagged ‘Moda Recife

Por Vanessa Santos

 Texto: Elayne CostaJumariana Oliveira e Vanessa Santos   

Imagens: Chico Peixoto/Faculdade Maurício de Nassau

Reprodução

     Do cenário local, as empresas pernambucanas cresceram e ocuparam espaço no Brasil e exterior. Vendo todo esse desenvolvimento, o II Moda Recife surge para promover, divulgar e valorizar a riqueza da moda produzida no Estado.

      O evento que começou nesta quarta-feira (25) e segue até o dia 27, conta com uma superestrutura montada em um espaço de 1.500 metros quadrados, na área externa da Torre Malakoff, bairro do Recife.

      Ricardo Coller, criador e diretor do Moda Recife, junto com o estilista Melk Z-Da e a curadora do evento e PHD em moda, Maria Alice Rocha organizaram em três blocos os 12 desfiles, que acontecem diariamente, com intervalo de trinta minutos entre cada grupo. No total, 36 grifes vão subir na passarela e mostrar sua coleção. Segundo Coller, os 50 modelos, entre homens e mulheres, foram escolhidos através de uma agência que ficou responsável pela seleção. E observou: “Todos são pernambucanos. O evento é todo voltado para Pernambuco, tudo aqui é regional, das grifes aos modelos.”

      Ainda segundo o criador do evento, a perspectiva é que 10 mil pessoas (por dia) visitem o evento, que conta além dos desfiles, com palestras, workshops, fotografias, performances, projeções de vídeos e instalações de moda. “O Moda Recife é um evento para mostrar o melhor da moda de Pernambuco. Esse ano, o evento está com um dia a mais e superou a expectativa de patrocínio”.

 

Maquiagem

       No camarim todo mundo é estrela. Grande e animada, a equipe de produção trabalhou duro para deixar tudo pronto para o momento mais esperado: o desfile. 

      No rosto, a responsabilidade ficou por conta de Chico Domingues. O maquiador, que participou do I Moda Recife, criou além da maquiagem, um conceito de beleza que tem tudo haver com o verão 2010. “Eu criei a beleza do evento inteiro e repassei para outros maquiadores. O que vai ser tendência é o limpo, o nude, o marrom”. E ainda deu uma dica para quem quer arrasar: “Capriche no dourado”.

      Para o maquiador Richard Sá, conhecido também como Kareka, o rímel, gloss e blush não pode ficar fora da bolsa. Ele prepara as modelos de acordo com cada entrada, pois cada uma requer um make diferente. E aconselha: “O florescente vai ser muito usado a noite. Mas durante o dia, nada de exagerar nas cores. Deve-se usar cores suaves, como o rosa bebê”.

      Entre passar um produto e outro, o maquiador Samuel Braga conta como é difícil e mais caro comprar uma linha de maquiagem importada. “Sai mais em conta comprar a passagem e ir para Alemanha comprar o produto, do que encomendar aqui no Brasil”, afirma Samuel.

 

Foto: Elayne Costa

 

Foto: Elayne Costa

 

 

Foto: Elayne Costa

 

DJ 

      Na passarela, a trilha escolhida por Isabela Almeida fez sucesso. Para embalar os desfiles, a DJ vai usar 16 remíx durante todo o evento. “Depois de pesquisas, a maioria dos remíx vão ser regionais e eletrônicos”, explica Isabela, que participa do Moda Recife pela primeira vez.

  

Desfiles 

      A Adri-k Confecções, grife feminina, abriu o primeiro dia de desfiles. Na passarela, peças com estampas e listras em cores suaves. Como o verão pede, a coleção contou com tudo que vai ser disputadíssimo no guarda-roupa feminino: vestidinhos curtos de tecido leve e muitos shorts. Depois foi a vez da Biox, com peças em cores neutras e com listras.

Adri-k Confecções:

Foto: Chico Peixoto/Faculdade Maurício de Nassau

 

Biox  :

 
 
 

Foto: Chico Peixotot/Faculdade Maurício de Nassau

 

  

Em seguida, a Metaurus, grife unissex do Pólo de Confecções do Agreste, apresenta uma coleção com muito tule, brilho e cores do verão, como laranja e roxo. O Jeans não ficou de fora e foi muito explorado. Para encerrar o primeiro bloco, a Fera Surf, grife masculina, mostrou sua coleção com cores neutras. Regatas e bermudas vão estar com tudo. O charme ficou por conta de um acessório: a boina. 

Metaurus:

 
 
 

Foto: Chico Peixoto/Faculdade Maurício de Nassau

 

 

Fera Surf:    

Foto: Chico Peixoto/Faculdade Maurício de Nassau

 

  Na segunda parte do evento, estiveram presentes na passarela a Script, com a mistura de tons leves e do preto e branco. Em seguida, a Kikorum apresentou componentes naturais em um desfile que teve roupas em tons nudes, dando destaque às biojóias assinadas por Patrícia Moura.

      Ao som de Vou Danado pra Catende, na voz de Alceu Valença, a Pactual apresentou, aos homens, a moda surfwear para quem pratica ou é fã do esporte. Nas peças também estava presente a Rota do Mar.

      Encerrando essa segunda parte, a Iska Viva apresentou a moda Praia. Foram maiôs, biquínis, sungas e saídas de banho para todos os estilos. Nas estampas coloridas, nas cores suaves ou nos pretinhos básicos o que não faltou foi bom gosto e criatividade.

       Marcaram presença na terceira, e última, parte a Nossaabossa, a Clash, a Tribos e Club Noir. Com o tema Atmosfera, a Nossaabossa apresentou a moda Recife com tons suaves, tecidos naturais e roupas leves, combinando com o clima da cidade. Já a Clash, apostou no estilo jovial com direito a vestidinhos, calças e shorts com desenhos geométricos e, não poderia faltar, estampas de bolinhas. Para os homens, foram calças, bermudas e camisetas em tons nudes ou estampados.

      Shortinhos, bermudas, calças e balonês foram apresentados pela Tribos, mas o destaque ficou para os vestidos longos com estampas coloridas. Encerrando o dia, a Club Noir também mostrou o “Recife da Gema”, mas dessa vez com o tema Aquecimento. Desfilaram shortinhos, macacões, vestidos, blusas, todos nos tom preto e branco.

Confira mais fotos:

Foto: Chico Peixoto/Faculdade Maurício de Nassau

 

Foto: Chico Peixoto/Faculdade Maurício de Nassau

Foto: Chico Peixoto/Faculdade Maurício de Nassau

Foto: Chico Peixoto/Faculdade Maurício de Nassau

Por Vanessa Santos

O Recife irá sediar nos próximos 25,26 e 27 de novembro, na Torre Malakoff, o evento que contou com um investimento de um milhão e duzentos mil reais, a II edição do Moda Recife 2009. A capital pernambucana foi escolhida, segundo dados do IBGE, por causa de Toritama, no Estado. A cidade é responsável por 16% do jeans fabricado no país.

O espaço físico da Torre Malakoff será utilizado graças ao patrocínio da Fundarpe, que vai movimentar no local, o Fórum de Discussões sobre os Projetos de Moda para 2010, apoiados pelo Funcultura. A iniciativa visa gerar um novo formato de produzir e mostrar moda com ênfase na cultura e seus valores nobres, ao invés de pensar só no conceito roupas. Esta exposição inova na forma e vai intensificar os conteúdos.

Por dia, serão apresentados 12 desfiles, cada um com 15 looks, de estilistas pernambucanos e diversas marcas que premiaram a moda praia, lingerie, jeans e roupas femininas e masculinas. Irão mostrar as suas coleções, os estilistas Melk Z_DA e Jailson Marcos, além de outras marcas como Gertrudes, Mia, Espaço Elas, Club Noir, Madame Surto, Santa de Roca, Clash, Manoel Ozi, Zagnetron, DTS, Niran, Coesão, Kikorum Jeans, Michele Lingerie, Iska Viva, Maria Pijama, Babilônia, Script, Mota Pinho, Bicho Radical, Spot Company, Renda de Agulha, Adri-K, Ateliê, Fera Surf Wear, Pactual, Refazenda, Rota do Mar, Scaven e Corpo Seguro.

MALAKOFF

Foto: Divulgação

Serviço:

II Edição do Moda Recife

Quando: dias 25, 26 e 27 de novembro

Local: Torre Malakoff, no bairro do Recife

Horário: das 16h às 20h

Acesso: gratuito

Informações: (81)3088-3702.


Vitrine Digital


Criado especialmente para você: admirador da moda, seja ela qual for! O Vitrine é o espaço onde você encontrará tudo o que precisa saber sobre moda.

Clique para assinar este blog e receber notificações de novos artigos por email

Junte-se a 11 outros seguidores

Resumo do mês

Siga-nos!

  • Vitrine DigitalVitrine Digital, o mais completo blog de moda! 5 years ago